sábado, 6 de setembro de 2008

Revelações do agora

Quero perguntar-te
Por que agora toda essa verdade?
Fico curioso do por quê
De eu tanto amar você.

Por que hoje você vai me falar,
Se logo hoje que eu não posso te abraçar.
Simplesmente choro quieto
Agora que meus sentimentos ficam inquietos.

Se os meus pedidos fossem ouvidos
Finalmente poderíamos estar unidos,
Por um sentimento maior.

Sería uma culpa menor;
Menor que todos os nossos sussurros
QUe um dia se perderam nos novos ares.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Um comentário:

juliana disse...

*__*

lindo..lindo..e lindo!
parabéns Nih!vc está cada vez melhor no que faz!
beijao

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.