segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Como responder tais perguntas de uma amador desamado?

O que nós fazemos quando somos enganados?
Quando nos sentimos pequenos?
Quando sofremos de amor?
Eu sei.Esquecemos.

E se for difícil esquecer?
Se for tão fácil se apaixonar?
O que nós fazemos quando não somos correspondidos?
Eu sei.Ignoramos.

Como ignorar a tudo,
Quando não sabemos ignorar?
O que nós fazemos para não nos enganar,
Quando se é tão fácil de enganar?
Eu sei.Superamos.

E o que fazemos quando se é difícil esquecer?
Quando não sabemos ignorar?
Quando não superamos a tudo?
Eu sei.Deixe acontecer.

Sim,eu sei,existem perguntas.
Perguntas,essas,que não posso responder;
Respostas que o tempo ditará,
Que você um dia sentirá.
Respostas que um poeta escreverá;
Respostas que,infelizmente,meu coração ainda desconhece.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Um comentário:

juliana disse...

isso é..
assim..
tudo o que se passa em mim..

muito bom..muito bom mesmo!

=D

adorei Nih!

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.