sábado, 13 de setembro de 2008

Enfernaria

É sim,
São vocês que sustentam minha fome
Com pílulas da sabedoria,
Que não me duram muito tempo.

São vocês,
Enfermeiros medrosos,
Os piores culpados
Dessa insanidade escolar.

Pioneiros da ignorância,
Patrocinadores dos genéricos,
Culplices da indiferença
Ou autores da deficiência;
Como quiserem.

É assim,
Falando bem rápido:
Vocês me fazem vegetar
Com suas apostilas,
Resumo dos rascunhos.

E a pouca sede que eu tenho,
Graças às suas injeções,
Eu mato em casa
Com um bom copo de livro.

E os enfermeiros escolares
Que me chamam de louco
Serão loucos,
Até que se prove o oposto.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

3 comentários:

Iago disse...

Olá. Cara, desculpe, faz muito tempo que eu não posto aqui, é que realmente estive com os dias muito lotados ultimamente. Hoje tive uma folga e resolvi entrar aqui. E, como já era esperado, deparo-me com mais um poema deslumbrante. A começar pelo título, "Enfernaria", que já mostra o tom elétrico do restante do texto. Você pinta com cores fortes e brilhantes uma situação comum ao dia-a-dia da maioria dos alunos, mas que passa sem receber a devida atenção. Seu estilo é fantástico, explorando imagens fortes e contrastantes, com jogos de palavras sem igual, o que me lembra grandes nomes da poesia de língua portuguesa, como Fernando Pessoa e Mário de Andrade. Tenho certeza que, um dia, você vai figurar entre eles, e eu te darei o maior apoio para que seja o mais rápido possível. Muito obrigado por mostrar seu talento e, com isso, transformar a minha vida e a de todos os que lêem a sua obra, pois seu apelo é universal. Parabéns e até o próximo poema.

Fernando Neves ~ KroSS ® disse...

Eeiiiá! Curti pakas esses seu poema manow!
Gostei de começo do jogo de letras no Título. Qndo eu li pensei: "Enfermaria ou Inferno de outro jeio? Não... é uma junção.
E o mais interessante é que a soma dessa paranomásia com a total fúria no poema... ficaram mtu boas!
Outra coisa qu'eu achei interessante: vc foi falando de uma maneira que só lendo até o final e fazendo as devidas associações chegamos a conclusão(nós leitores) que vc está falando da escola, ou o ensino educacional de maneira geral. Mano, mtu massa!

"Com pílulas da sabedoria"
"E a pouca sede que eu tenho,
Graças às suas injeções,
Eu mato em casa
Com um bom copo de livro."

e principalmente essa:
"E os enfermeiros escolares
Que me chamam de louco
Serão loucos,
Até que se prove o oposto."

Manow, curti mtu. Essa sem dúvida me mostra que vc "suou" um pouco pra fazer.(Pq de inspiração não te faltas!) *Invejo-te*
:D

Flw ae! Me mantenha informado dos novos, ein!!!

juliana disse...

muito bom!
uma ótima critica as escolas!
concordo com tudo isso!

^^

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.