segunda-feira, 21 de abril de 2008

Como a vida pode ser bela.

Como a vida é bela
Quando pego uma rosa;
Como a vida é mais bela
Quando você está do meu lado.

Eu quero você
Para ver as estrelas;
Eu quero você
Para pegar a lua

Como a vida é escura
Sem você para me divertir;
E não é uma rosa
Que vai te tirar de mim

Todas as vezes que demos boas risadas
Nada disso será esquecido.

Campos de rosas não vão
Tirar o amor de mim.
Campos de rosas não vão
Separar o que o amor uniu

Porque isso foi tão bom,
Porque isso foi tão especial.
Agora tudo se vai assim?!
Mas o que foi isso?

Segunda chance,
Pessoas nunca poderiam mudar
Mas nada disso pode ser assim
Pois tudo um dia muda
E as pessoas não perdoam por isso.

Me desculpe amigo,
Mas tudo isso foi uma ilusão
Todos os dias felizes
Todas as risadas
Todas as piadas
Que uns dias foram ditas
Tudo isso acabou?
Mas eu ainda assim, no fundo,
Eu me recuso!

Vamos juntar as nossas rosas
Vamos construir os sonhos
Vamos apenas sermos nós mesmos
Vamos apenas ser felizes.

Nicholas Mendes.

Um comentário:

juliana disse...

Linda!como todas as outros essa poesia é linda demais!

=)

parabéns Poeta!
bjus

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.