quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Novo mundo

"fiz esse novo poema por um pedido de um amigo,espero que você goste,acho que esse não é triste."


Finalmente
Meus pensamentos mudaram.
Tenho uma nova cabeça
Um novo coração.

Minha vida em ruína,
Tudo que eu odiava,
Ficou para trás.
Essa é uma vida nova.

Fantasmas que me assombravam
Agora estão assustados
Com o meu novo progresso.

Deixei meu mundo ingrato,
Por um mundo honesto.

Um mundo atravéz
De uma imensa porta,
Que poucos tem a chave.

Você acredita,
Mas não pode ver.
Você quer,
Mas não pode ter.

Se arrependa,
Injustiças não te levarão
Para um destino melhor.

Se você quer mudar,
Comece de baixo.

Recolha aquela flor solitária
Em meio à um campo deserto;
Que chora a cada chuva,
Querendo pelo menos um amigo.

Pois somente suas palavras
Não vão curar suas mágoas.

Eu te estendo minha mão,
Pois eu escolho
Quem pode entrar nesse mundo,


Nícholas.

3 comentários:

Fernando Neves - KroSS disse...

~waH!!!
Ae! Finalmente a meus pedidos esse poeta fez um trabalho "feliz"

^^d

uhUL!

Ae kra, curti o texto...
o que ele quiz passar é exatamente o qu'eu tava precisando ouvir nessas horas...
^^d

e é claro, vlwz!!!

melina disse...

nossa esse poema destroi td em...
parabens por ser assim com uma mente brilhante e uma pessoa brilhande....
uhull...continui assim ...beijus s2

Renata disse...

queee linda *-* ameeei essa, voce escreve muito bem cara, parabéns (:

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.