domingo, 27 de janeiro de 2008

Nunca te deixarei.

"Minha primeira poesia."

Sempre vou te amar,
Te adorar.
Nunca vou te deixar,
Te esquecer.

Sempre vou me lembrar de você;
Sempre vou adorar te amar.

Não pretendo te deixar,
Pretendo somente te amar.
Não quero te fazer chorar,
Penso apenas em te alegrar.

Sempre vou estar com você
Sempre haverá alguém para você.

Um dia posso não estar aqui,
Mas eu sempre estarei com você.
Mesmo longe eu estarei com você
Sempre em seu coração.

Longe ou perto eu vou estar te amando;
Longe ou perto vou estar pensando em você.

Nícholas.

Um comentário:

Renata disse...

ú, primeira a comentar (H)
GUIAGSIGASIUGUIAS, sua primeira poesia? *-* acho que só eu vi esse detalhe, HIOAHSOI, linda como todas as outras :*

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.