segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Gozos da vida perfeita.

Ainda procuro descobrir
Como é possivel viver uma vida
Sem desfrutar de alguns prazeres.

Dentre esses prazeres a mulher;
O ser mais belo,
Mais puro,
Talvez o mais necessário,
Às vezes o mais odiado,
Muitas vezes vilão.
Causador de muitas dores,
Mortes,
Tristezas e desesperos.
Ser de inspiração para muitos,
Causadores de criações,
Músicas,
Poesias,
Livros,romances...

Dentre muitos outros prazeres
Me honro em destacar a beleza;
Pois é verdade;
Beleza é fundamental.
Principalmente beleza feminina.

Beleza feminina,
Um verdeiro feitiço,
Tão atraente,
Tão apreciante.
Principalmente quando a mulher realmente é bela.

Digo,
Quando seus lábios
Se tornam inesquecíveis,
Quando as curvas de seu corpo
Nos fazem viajar em orgasmos,
Quando seu abraço
Nos conquista apenas pelo seu conforto,
Quando apenas o olhar
Nos faz virar animal,
Quando seu dançar,
Nos faz ficar babando.

Mas tudo tem uma medida
E mulher dessa não escapa.

A mulher não seria tão apreciada
Se não fizesse mal;
Assim como a bebida e o cigarro,
Coisas fortes.
Que nos deixam reciosos,
Com medo,
Com raiva,
Com ciúmes,
E orgulhoso de quando conquista.

E mulher ideal
É aquela que é um tanto atrevida,
Um tanto voluptuosa;
Um tanto santinha também,
Misteriosa,
Coitadinha,
Louca;
Mas fiél.

Mas...mulher perfeita,
Tem que ter um corpo perfeito,
Um pescoço perfeito.
Nem muito grande,
Nem muito grosso.
Tem que ter seios
Nem muito grandes,
Nem muito pequenos.
Tem que ter um cabelo lindo,
Cheiroso e arrumado,
Algo que te faça delirar.
Tem que ter uma certa altura,
Nem muito alta,
Nem muito baixinha.
Não pode ser magrela,
Dos ossos todos aparecendo;
Nem gorda,
Das barrigas pra fora das calsas.
Tem que ter um cheiro próprio,
Sem química demais.
As mãos podem ser frias ou quentes,
Depende do gosto do amor.

Mas os olhos...?
Os olhos são os mais importantes,
Um tanto lacrimosos,
Um tanto secos demais;
Tem que ser de uma beleza incomparável,
Gélida e apática,
Que reflitam confiança e volúpia,
Que emitam atrevimento e sensualidade,
Que absorvam desesperos e aflições
Que confortem corações trsites e cansados.
Os olhos tem que alegrar o outro alguém
De modo que ele faça qualquer coisa
Se encarado da maneira certa.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

4 comentários:

Yuzo disse...

bom..meus hormônios diriam isso...Mas pra mim, os seres mais puros são criaças..

Nícholas Mendes disse...

sim sim
então esqueça o puro...
hahá!

Fernando Neves [ KroSS® ] disse...

OMG!
Bota inspiração nisso, ein Nícholas.
Acho qu'eu li uma palavra ali "voluptosas" e lembrei do blog do k'ra mtu louco em francês lá.
Bom. Qnto ao contexto, acho que a mulher ali destacada é um paraíso. A perfeição que nós msm encontramos no não perfeito. A idealização de algo não ideal existente; a tampa de cada panela. Acho que cada pessa encontra uma beleza peculiar em alguém pra assim começar amar.
Porém, as vezes fico triste com idealizações. Tão inspiradoras porém oníricas. O fato de apenas estarem nos nossos sonhos me deixa triste.
Bom. Acho qu'eu tenho que concordar com vc que os olhos são uma das coisas mais importante. A janela d'alma; o feitiço do flerte. Os olhos são atrativos essenciais numa conquista.

É isso ae!
Gostei do poema.
:D

Juliana Galante disse...

os olhos..ah os olhos..
o que mais fala...são os olhos, nem a boca..nem a língua..só os olhos!

*__*

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.