sábado, 9 de fevereiro de 2008

Poeta

"Desculpem pela demora de uma nova poesia,agora voltou as aulas e estou sem tempo de colocar uma todo dias,mas sempre que puder eu estarei postando.Obrigado."

Um simples poeta,
Que produz lindas frases
Das coisas que não tem significado
para pessoas sem talento.

Sou como o pintor
À vista de um belo cenário,
Sou como musicos
Que criam com os pássaros.

Sou quem diz o que é o amor
Atravéz de palavras metafóricas.

Sonhos são o que eu busco,
Desejos são o que eu tenho
Inspiração é o que você me fornece.

Carente
Eu busco o que poucas chuvas trazem.

Você foi a minha música
Você é minha poesia.

Se a morte é um obstáculo
Que me separa de você
Eu superarei-o.

Você é meu anjo;
Eu te protejo com minhas palavras.

Só peço-te teu abraço,
Para que se a morte me encontrar
Eu possa ter a sua marca
E te encontrar num lugar melhor.


Nícholas.

Um comentário:

Laís disse...

Nih!
sinceramente esse eh um dos poemas mais lindos q vc escreveu!
^^

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.