segunda-feira, 10 de março de 2008

Mentiras e verdades

De que adianta ouvir a verdade,
Se ela nos corrói o coração?
De que adianta amar,
Se no final sofremos?

Esse é nosso mundo,
Onde a verdade é injusta.

A mentira nos ajuda a viver,
Nos ajuda a sentirmos bem,
Nos ajuda a aceitar o mundo.

É como olhar um rio,
Ele é belo,
Mas é frio e fundo.

Muito mais vale uma mentira,
Muito mais vale ficar sozinho;
Do que enxergar a verdade,
Do que sofrer com o ódio.

Se o amor nos machuca
De que adianta existir a tristeza?

Hoje estou de joelhos,
Pedindo-te perdão
Pelo meu futuro pedido.

Não me diga verdades,
Me diga somente mentiras,
Pois estou sem alma
Para poder sofrer.

Nícholas Mendes

Um comentário:

Renata disse...

as vezes a verdade dói, mais a mentira mata hem ;S

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.