sábado, 17 de abril de 2010

Pensamentos com um café.

Agora já era
A rosa está plantada
No canteiro aqui do lado;
A nau está agora em auto mar
Descobrindo novas terras;
O ponteiro dos minutos correm mais rápido
E fazem os dias passarem ligeiros.

Agora já era
Está escrito e está pronto
Não tem borracha que apague
Nem lembrança que substitua
O passado decifrado
Os fatos ocorridos por acaso.

De passo em passo
A vida vai levando-me
Para caminhos diversos,
Difíceis, confesso,
Mas são caminhos novos.

Sei que não há quem saiba
O que vai ainda acontecer
O meu caminho é ramificado
Com muitas trilha a escolher.

Quem sabe um mundo louco?
Quem sabe um mundo mais vivo?
Quem saiba um mundo de paz comum?

Sei que não há quem saiba do futuro
Ainda sei que não tem porquê saber

Mas sei que vale a pena sonhar.

Nícholas Osório Mendes (Puck Todd)

Um comentário:

telma mendes disse...

Ni, vc é uma pessoa de uma sensibilidade incrível e o que mais admiro nas pessoas sensíveis, é a coragem de colocarem no papel estes sentimentos tão pessoais...Lindo, gostei muito.

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.