domingo, 14 de fevereiro de 2010

e-mail:

E eh isso
Se nao apenas isso.
Se somente isso,
Que mais que pode ser isso
Se nao apenas isso?

E o que afinal eh isso?
Que eh apenas isso?
Se eu e voce somos isso
Isso eh apenas isso
E nao Apenas isso.

Se voce e eu temos isso
Se somos isso
Nao ha porque pensar nisso
Deixa isso ser isso
E apenas isso.

Ps: feliz dia do amigo (

happy valentine's day

)

Nicholas Mendes.



2 comentários:

Le fils de la mort disse...

Então... interessante essa sua viagem pelo universo do sem sentido. Porque a própria poesia é indefinível, e ser poeta é mergulhar no que não podemos compreender, sabendo tirar disso algo de intrigante à alma humana. Parabéns pela ousadia e pelo talento. Até a próxima!

Natalia disse...

eu lembro desse poema!!
vc posto mesmo as 11 da manha???

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.