domingo, 1 de novembro de 2009

Histobotânicologia

Sei que sou menos comum
Por ser assim, mais complexo
Como angiosperma que sou,
Mais completo e glamuroso.

Por meus vasos multifacetados de floema
Passam pensamentos mais bem elaborados
E pela tua organização gimnosperma,
Por entre vasos de xilema, apenas águas e sais minerais.

Teus tecidos principais
São em maioria meristemas
Fazendo de ti um alguém indiferente.

Pelo teu corpo se espalham espinhos
Pelo meu, os mais sutis acúleos.
E em comum, abrigamos passarinhos, nós dois.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Um comentário:

João Miguel disse...

Abrigam que passarinhos?Talvez as pombas de
Raimundo Correia? ;)

Notas do autor:

Coloquemos uma coisa na nossa cabeça;
Que ainda falta muito para um final.
Afinal ninguém define um final
Sem se empenhar no começo.

O final não é sinônimo de morte,
Não é antítese de início,
Não se compara com a vida
E não significa própriamente um final.

Se por acaso seu começo é fraco
E ainda teme um final,
Simples
Viva sempre no meio;
Pois é ai que você pensa que o livro não tem fim.

Nícholas Mendes (Puck Todd)

Tudo é mais do que pode parecer:

Tudo é mais do que pode parecer:
Veja as coisas com todos os olhos.